Seguidores

quarta-feira, 18 de março de 2015

MEU ANJO LOIRO


Meu Anjo Loiro - Nora Roberts






Meu anjo Loiro

Gabriel, em pinceladas precisas, põe na tela os traços perfeitos de Laura, a mulher que de repente invadira sua vida. Em um dado momento, para absorto e deixa que toda a sensualidade que sente por ela o invada. E, em fantasias, a tem nos braços, sedenta de amor. Gabriel a beija com sofreguidão e a acaricia numa intimidade crescente.
Dando-se conta de que aquelas fantasias não podem continuar, volta a se concentrar na pintura. Instantes depois, olha para Laura que o fita plácida, tranquila, as mãos sobre o ventre como se protegesse o filho que está para nascer. Um filho de outro homem, que Gabriel nem sabe quem é...

terça-feira, 17 de março de 2015

UMA CONVIDADA ESPECIAL


                            Barbara McCauley

                             

Um plano quase perfeito!
O príncipe Dylan de Penwyck não fazia questão nenhuma de parecer uma pessoa gentil e simples...
No entanto, ao salvar uma doce donzela em um acidente na estrada que levava ao palácio real, mostrou-se compietamente cuidadoso e preocupado!
Sentindo-se responsável por Emily, decidiu levá-la para o palácio...
Tudo estava andando conforme os planos de Emily: ela conseguira se infiltrar no palácio, conseguira conquistar a confiança de Dylan e, principalmente, conseguira o amor dele! Parecia perfeito... a não ser por uma pequena falha no plano: Dylan se mostrava cada vez mais carinhoso e romântico... e, por mais que Emily tentasse, ficava cada vez mais difícil ignorar toda aquela atenção!

QUARTETO NOIVAS



Quarteto de Noivas, de Nora Roberts. São quatro livros em que cada um conta a história de uma das amigas e sócias da empresa Votos, que cuida da organização de casamentos. Mac, Laurel, Parker e Emma são grandes amigas desde a infância, moram na mesma propriedade, são jovens e bem sucedidas em suas profissões (cada uma cuida de um ramo da Votos). O primeiro livro tem como personagem principal Mac, a fotógrafa de noivas que reencontra Carter, um antigo colega dos tempos de escola, por quem parece estar se apaixonando…


REINO DE CORDINA

 Reino de Cordina



Romance Real (Affaire Royale – 1986)

Mercadora de Ilusões (Command Performance – 1987)

O Príncipe Playboy (The Playboy Prince – 1987)

Noites de Tentação (Cordina’s Crown Jewel  – 2002)

O Reino de Cordina é um principado ( como o Principado de Mônaco) e as histórias giram em torno da Casa de Bisset, dos relacionamentos, sequestros e traições, ciúme, disputas, interligadas pelos filhos, filha e neta do Príncipe Armand de Cordina. Incluindo uma participação “especial” de Chantel O’Hurley ( da série O’Hurleys) no livro O Príncipe Playboy.


O LEGADO DOS DONAVAN



Cativado (Captivated);
Fascinado (Entranced);
Encantado (Charmed);
Enfeitiçado (Enchanted).

Os personagens principais, nos quatro livros são Morgana Donovan e Nash; Sebastian Donovan e Mary Ellen Sutherland ; Anastácia Donovan e Boone Sawyer; Liam Donovan e Rowan Murray

SÉRIE MORTAL




Esta é a fascinante série policial iniciada com Nudez Mortal, quando a tenente Eve Dallas conhece o multimilionário Roarke, o principal suspeito de um dos casos que ela está investigando. Em seguida, vem Glória Mortal, e Eve já está se relacionando com Roarke e ainda vivendo o dilema, como tenente da polícia de Nova York, de ter que suspeitar do homem com quem divide a cama. Agora, em Reencontro Mortal, o décimo quarto romance da série policial mais famosa da atualidade, a destemida tenente enfrenta uma assassina que ela mesma ajudou a colocar na cadeia. Libertada, Julianna Dunne decide voltar a Nova York com um único objetivo: se vingar de sua inimiga! E esse acerto de contas pode custar a vida de quem a tenente Dallas mais ama.

Não se esqueça: é fundamental seguir a ordem cronológica da coleção.

ORDEM DOS LIVROS

1. Nudez Mortal (Naked in Death)  
2. Glória Mortal (Glory in Death)  
3. Eternidade Mortal (Immortal in Death)
4. Êxtase Mortal (Rapture in Death)
5. Cerimônia Mortal (Ceremony in Death)
6. Vingança Mortal (Vengeance in Death)
7. Natal Mortal (Holiday in Death)
8. Conspiração Mortal (Conspiracy in Death)
9. Lealdade Mortal (Loyalty in Death)
11. Testemunha Mortal (Witness in Death)
11. Julgamento Mortal (Judgment in Death)
12. Traição Mortal (Betrayal in Death)
13. Sedução Mortal (Seduction in Death)
14. Reencontro Mortal (Reunion in Death)
15. Pureza Mortal ( Purity in Death)
16. Retrato Mortal ( Portrait in Death)
17. Imitação Mortal ( Imitation in Death)
18. Dilema Mortal
19. Visão Mortal
20. Sobrevivência Mortal
21. Origem Mortal
22. Recordação Mortal
23. Survivor in Death (2005)
24. Origem Mortal (Origin in Death )
25. Memoria Mortal (Memory In Death )
26. Estranhos Mortais (Born In Death)
27. Nascido Mortal (“Haunted in Death” )
28. Inocente Mortal (Innocent in Death)
29. Criação Mortal (Creation in Death )
30. Eternidade Mortal (“Eternity in Death” )
31. Desconhecidos Mortais (Strangers in Death )
32. Salvação Mortal (Salvation in Death)
33. Ritual Mortal (“Ritual in Death” )

GRATIDÃO




Arrebatado Pelo Mar - Nora Roberts


Esta é a história de três homens unidos pelo amor de um extraordinário casal que os adotou, dando a eles uma família. Agora, já adultos e vivendo cada uma a sua vida, os irmãos Quinn devem retornar à casa da família na costa de Maryland para honrar um pedido irrecusável. Campeão como piloto de barcos de corrida, Cameron Quinn já viajou pelo mundo gastando o dinheiro que ganha em suas vitórias com champanhes e mulheres. Quando seu pai, no leito de morte, o chama de volta para casa a fim de tomar conta de Seth, um menino problemático e rebelde, não muito diferente daquele que o próprio Cameron fora no passado, sua vida muda da noite para o dia.Depois de anos de independência, Cameron tem de reaprender a conviver com seus irmãos novamente, ao mesmo tempo em que luta para cozinhar, limpar a casa e cuidar de um menino muito complicado. Antigas rivalidades e novos ressentimentos surgem entre Cameron e seus irmãos, mas eles tentam deixar de lado todas as diferenças pelo bem de Seth. No fim, caberá a uma assistente social a responsabilidade de decidir o destino do garoto. Tão bonita quanto firme, ela tem nas mãos o poder de unir os Quinn novamente... ou separa-los para sempre.


Movido Pela Maré - Nora Roberts





Neste segundo volume da Trilogia da Gratidão, uma história dramática que fala de três homens que voltam para casa a fim de honrar o último desejo do pai... cuidar de Seth, um menino problemático que precisa de uma família. Esse retorno ao lar ensinará a eles mais do que algum dia poderiam sonhar a respeito do significado de uma família e suas responsabilidades. Agora é tempo de aprender também o significado da aceitação e do amor.
Dos três irmãos, Ethan sempre foi o que compartilhava a paixão do pai pelo litoral de Maryland. Agora que seu pai se foi, Ethan está determinado a transformar o negócio da família, a construção de barcos, num tremendo sucesso. Entre suas realizações, porém, surgem os maiores desafios de sua vida.Lá se encontra o jovem Seth, que necessita mais do que nunca do amor de Ethan. E há também uma mulher que ele sempre amou, mas jamais acreditou que pudesse conquistar. Por baixo das águas aparentemente calmas de Ethan, esconde-se, no entanto, um passado triste e doloroso. Ele terá que aprender a enxergar através das sombras para conseguir aceitar quem é. Porque em seu passado repousa também o seu futuro... e a sua única chance de alcançar a felicidade.




Protegido Pelo Porto - Nora Roberts




No terceiro e último volume da Trilogia da Gratidão, os três homens que se uniram num momento de necessidade, a fim de honrar o último desejo do pai, estão novamente reunidos. A família Quinn nunca esteve tão fortalecida. Entretanto, os meses passam, e a sua força e união são colocadas em teste, mais uma vez.
Phillip Quinn fez de tudo para sua vida parecer perfeita. Com uma carreira bem-sucedida e um apartamento com vista para o mar, em Baltimore, sua vida nas ruas ficara definitivamente para trás. Entretanto, bastou olhar para Seth, e Phillip recordou o menino que ele próprio fora no passado.Phillip pretendia cumprir a promessa que fizera ao pai em seu leito de morte, razão pela qual considerava Seth como uma obrigação. Jamais imaginara que pudesse vir a amar o menino. Em pouco tempo, sua promessa ao pai deixou de ser apenas uma obrigação. E o futuro de Seth como membro da família Quinn parecia assegurado... até que uma estranha chega à cidade. Ela alegou estar fazendo pesquisas na pequena St. Christopher para seu novo livro, mas o verdadeiro objetivo de suas observações são os Quinn. Reservada e distante, ela deixa Phillip intrigado. Ele está determinado a desvendar as suas verdadeiras intenções, mas ela esconde um segredo que tem força o bastante para ameaçar a vida que os irmãos haviam preparado para Seth. Um segredo que pode separar a família... para sempre.




Resgatado Pelo Amor - Nora Roberts



Neste romance que dá continuidade à Trilogia da Gratidão, Seth Quinn, agora um homem-feito, terá que se defrontar com seu passado antes de se entregar à mulher que tanto ama. Resgatado Pelo Amor, de Nora Roberts, foi escrito a pedido de sua legião de fãs, encantada com a história da família Quinn narrada em Arrebatado Pelo Mar, Movido Pela Maré e Protegido pelo Porto. Publicada originalmente alguns anos depois da trilogia original, é uma obra independente que traz de volta a emoção da melhor e mais emocionante saga da autora.
Seth Quinn finalmente está em casa e foi uma longa jornada. Após uma infância terrível, em companhia da mãe viciada em álcool e drogas, ele foi acolhido pela família Quinn e cresceu com três irmãos mais velhos, que cuidaram dele com muito amor. Agora já adulto e voltando da Europa como um pintor consagrado, Seth pretende se estabelecer de vez na baía de Chesapeake, na costa de Maryland, junto de Cam, Ethan e Phillip, seus queridos irmãos, e também de suas cunhadas e sobrinhos, que tornam o clã dos Quinn uma saudável e abençoada confusão com destino à felicidade.
Seth está de volta à casa azul e branca onde há sempre um barco no cais, uma cadeira de balanço na varanda e um cão correndo pelo quintal. Só que muita coisa mudou na cidadezinha de Saint Christopher desde que ele foi embora. E, em Resgatado pelo Amor, de Nora Roberts, o segredo que Seth manteve escondido durante muitos anos ameaçará vir à tona para destruir não apenas sua nova vida, mas também seu novo amor.

SÉRIE OS IRMÃOS MACKADE



O Retorno de Rafe Mackade - Nora Roberts
Irmãos Mackade 01



Após 10 anos, Rafe Mackade retorna a Antietam, sua cidade natal. O rapaz rebelde, sexy e irresistível tornou-se um homem de sucesso, com dinheiro no bolso e muitos planos para o futuro. Para começar, acabara de realizar seu grande sonho: comprar a antiga mansão Barlow. Considerada uma casa mal-assombrada, Rafe planeja restaurá-la nos mínimos detalhes: estrutura, pintura e principalmente, decoração de época. Para essa tarefa, conta com a ajuda da bela Regan Bishop, dona de um antiquário local e tão rebelde quanto Rafe. Além de contratar os serviços de Regan, Rafe também está muito interessado em arrumar espaço em sua vida atribulada para mais um desafio: conquistar aquela mulher arredia. Mas Regan não está disposta a ceder aos caprichos de um homem pecaminosamente lindo. Ainda que esteja se apaixonando por ele ...



O Orgulho de Jared Mackade - Nora Roberts
Irmãos Mackade 02



Savannah Morningstar passou dez anos tentando reconstruir sua vida e a de seu filho. Quando pensa que pode relaxar, Jared Mackade aparece para abalar sua estrutura. Irresistível e sexy, Jared é um advogado que chega com a notícia de que o pai de Savannah morreu e lhe deixou uma pequena herança. Mas a surpresa não interessa a ela. Sua relação com o pai nunca fora das melhores, e a herança não serviria como um pedido de desculpas póstumo. Porém, mesmo que queira abrir mão do legado , antes terá de lidar com a situação, e isso significa negociar com Jared. Ele se sente cada vez mais importunado pela presença de Savannah. Afinal, ela é tão teimosa ... e tão atraente ! Mesmo evitando de todas as maneiras possíveis se apaixonarem, os dois se descobrem completamente loucos um pelo outro. Agora, precisam enfrentar dosi grandes desafios para poderem fiar juntos: o passado de Savannah e o orgulho de Jared...



O Coração de Devin Mackade - Nora Roberts
Irmãos Mackade 03




Há muito tempo o xerife devin mackade anseia pelo dia em que terá em seus braços o único amor de sua vida: cassie connor. Mas ela acabou de se libertar de um casamento doloroso, que traumatizou a ela e aos dois filhos. Quando cassie aceita o convite de rafe mackade para ser a gerente de sua pousada, uma mansão restaurada e assombrada por fantasmas da época da guerra de secessão, devin se preocupa ainda mais com ela e as crianças. Para piorar a situação, o ex-marido de cassie foge da prisão. Agora, devin terá de tomar uma decisão, e sua escolha deverá ser regida pela voz do coração.




O Despertar de Shane Mackade - Nora Roberts


Shane Mackade amava as mulheres. Mas ele ainda não tinha encontrado aquela que levaria para o altar. Até conhecer Rebecca Knight. O único problema é que ela estava muito ocupada pesquisando as lendas das terras dos irmãos Mackade, o que a impedia de sucumbir ao charme de um deles. Talvez esse fosse o momento oportuno para Shane fazer-lhe a clássica proposta de unirem seus destinos. Afinal, o coração de Shane fora finalmente despertado para o verdadeiro amor, e ele não conseguiria viver sem Rebecca.

Rebecca acreditava que para tudo havia uma explicação. Até que ela começoua ter pensamentos bastante suspeitos sobre o sexy Shane. Ela não sabia por que isso estava acontecendo, mas tinha certeza de uma coisa: amar Shane poderia ser perigoso. E Rebecca não estava disposta a arriscar...

DANÇA DOS SONHOS



Dança dos Sonhos - Nora Roberts

A saga dos Bannion, uma família regida pela paixão



Este livro retrata a vida de quatro personagens que são regidos pela poesia da dança e pelos acordes do coração.

História 1: Reflexos
Para a bailarina Lindsay Dunne, sua carreira havia terminado com o trágico acidente de seus pais. Ao voltar para sua pequena cidade em Connecticut, ela se conforma em apenas dar aulas de balé... até ser presenteada pelo destino com o arrogante e sedutor Seth Bannion. Agota, Lindsay está diante de seu maior desafio: suerar o medo de amar e ser amada.


História 2: Dança dos Sonhos
Ruth Bannion vive o alvorecer de sua carreira em meio a intensas aulas de balé sob a tutela de seu mentor, o jovem coreógrafo russo Nikolai Davidov. O temperamento excêntrico de Nick muitas vezes a impele a desafiá-lo, e ele sempre estimulou em sua pupila as atitudes fortes. Mas chegou o momento em que Nick não será mais capaz de se esconder atrás das barreiras que ergueu contra as trapaças do coração, e junto com Ruth ele deverá dar o passo mais importante de sua vida.

SÉRIE AS MULHERES CALHOUM


Série As Mulheres Calhoun - Nora Roberts


Catherine e Amanda - Nora Roberts

As Calhoun 01




Ao herdarem a mansão construída no começo do século XIX por Fergus Calhoun, as irmãs Catherine, Amanda, Lilah e a prima Suzana também receberam como legado as lendas sobre Bianca, sua avó. Esposa de Fergus, ela viveu uma intensa paixão proibida, e sua morte, trágica e prematura, deu origem ao mistério das esmeraldas perdidas em mais uma saga fascinante. Catherine e Amanda, o livro 1 desta coleção.


Lilah - Nora Roberts

As Calhoun 02





O mistério e o perigo ainda rondavam a mansão das Calhoun. As esmeraldas perdidas continuavam a atrair curiosos, caçadores de tesouros e... criminosos. Lilah sabia que algo estava prestes a acontecer. Quando uma tempestade a chamou à praia, lá estava ela, à espera. E, no mar revolto, Maxwell Quartermain lutava pela vida com suas últimas forças. Um homem como Lilah jamais conhecera. Um intelectual que se sentia mais à vontade no passado do que no presente, além de ser um valioso aliado das Calhoun na busca pelas esmeraldas.



Suzanna - Nora Roberts

As Calhoun 03





Pairando sobre a costa rochosa do Maine, As Torres, a antiga mansão das Calhoun, se erguia majestosa. Lar de intrigas e amores perdidos, suspeitava-se que lá estivessem escondidas as famosas e inestimáveis esmeraldas de Bianca Calhoun, cuja morte prematura ainda exercia influência sobre suas descendentes. Suzanna e suas irmãs estavam determinadas a encontrar o colar e os brincos, as chaves para desvendar o perigoso mistério que as ameaçava havia tanto tempo. E, para Suzanna, as pedras significavam ainda mais: eram o elo com um homem cujo passado estava enredado ao seu de um modo que mal começara a compreender...


Megan - Nora Roberts

As Calhoun 04





Megan O'Riley não poderia ser mais grata. Ela e seu filho haviam sido aceitos pelas Calhoun e recebido a oportunidade de construir uma vida nova. Faltava apenas deixar para trás o passado que tanto a envergonhava, abraçar o presente e se tornar mais confiante no futuro. Afinal, ainda que seus dias agora fossem embalados por uma nova melodia, Megan ainda se sentia insegura para se despir de sua couraça profissional e deixar sair do casulo a mulher adormecida havia tantos anos por conta de um amor traiçoeiro... e do amargo fim de uma ilusão.



SÉRIE A FAMÍLIA STANISLASKI

Um Amor a Domar - Nora Roberts
Os Stanislaski 01 - Natasha








Ex-bailarina Natasha Stanislaski tornou-se dona de uma loja de brinquedos, a Fun House, para fugir de um passado traumático que deixou marcas profundas em seu coração.O compositor Spencer Kimball, pai da pequena Freddie, também busca curar suas feridas e se tornar um pai melhor a cada dia. Mesmo que sua filha seja órfã de mãe. E é em uma pequena cidade universitária da Virgínia do Oeste que Natasha e Spencer encontram o ambiente ideal para reconstruírem suas vidas e deixar o passado para trás. Mas, ao se conhecerem, os dois têm um mau começo. Fascinado pela beleza exótica de Natasha, Spencer não consegue disfarçar seu desejo, deixando Natasha bastante irritada a ponto de considerá-lo um homem sem escrúpulos. Afinal, ela ainda não sabe que, embora pai de uma adorável garotinha, ele é solteiro...Mas o destino trama para os corações de Spencer e Natasha se tornem um só. E logo eles se encontram novamente, em uma situação que os coloca frente a um novo desafio: aceitar a felicidade e construírem uma nova maneira de viver. Em Um amor a domar, Nora Roberts delineia seus personagens e cenários com detalhes surpreendentes, levando os leitores a um mundo repleto de calor familiar ao narrar as histórias dos Stanislaski, imigrantes ucranianos que vivem em Nova York com muito charme, romance e estilo.

Um Amor a Conquistar - Nora Roberts
Os Stanislaski 02 - Mikhail


Esperava-se que Sydney Hayward, herdeira de um vasto império do setor de construções de Nova York, ocupasse seu tempo fazendo compras, indo ao salão, agarrando um bom partido. Porém, com o fracasso de seu casamento, ela passara a desejar muito mais do que a vida de uma garota rica nascida e criada no uptown de Manhattan. Após a morte do avô, Sydney assume a presidência da Hayward, contrariando as expectativas de seus amigos e, principalmente, de sua mãe.
Mikhail Stanislaski era rude e primitivo, como suas esculturas. Tal qual uma peça de cerejeira trabalhada, ele também possuía reentrâncias e ranhuras. E um homem como ele deveria ser preso, pensava Sydney. Mas ele é morador de um prédio caindo aos pedaços por negligência da Hayward. Depois de muitas cartas pedindo reparos urgentes, Mikhail decide resolver a questão pessoalmente. E acaba encontrando à mesa de um glamouroso escritório, comandando um império e tomando decisões ousadas uma linda mulher... que, na opinião dele, precisava ser beijada com urgência.
Segura de que estava pronta para enfrentar complicações corporativas, Sydney não esperava ter de lidar com um homem tão teimoso quando enigmático e charmoso. E Mikhail Stanislaski, com seus olhos de pirata e personalidade marcante, era definitivamente uma complicação. Ignorando ser ele um artista de sucesso, ela o contrata para trabalhar nos reparos do prédio. Melhor assim, avalia Mikhail. Isso o ajudaria a não pensar nela em termos pessoais - pelo menos até conseguir o que queria...


Um Amor a Defender - Nora Roberts
Os Stanislaski 03 - Rachel




A defensora pública Rachel Stanislaski é conhecida por seu forte senso de justiça. E agora ela te um caso bastante especial: Nick LeBeck, um adolescente de 19 anos, durão e, ao mesmo tempo, carente desde a morte dos pais. Zack Muldoon, meio-irmão de Nick, abandonou a carreira na Marinha para ter mais tempo para ele, e quer garantir que o irmão não será condenado, mesmo após uma prisão em flagrante. Nick acaba ficando sob a custódia de Zack, mas cabe a Rachel fornecer relatórios à juíza sobre o comportamento do rapaz. A química entre Rachel e Zack logo se torna forte demais para ser ignorada. Mas será que a rebeldia de Nick os impedirá de viver um grande amor?


Um Amor a Despertar - Nora Roberts
Os Stanislaski 04 - Alex




O detetive Alexi Stanislaski sempre se orgulhou de ser capaz de ignorar seus sentimentos enquanto realiza seu trabalho no submundo de Nova York. A escritora Bess Mcnee faz questão de pesquisar sobre a vida de seus personagens nos mínimos detalhes para construí-los em sua famosa telenovela Pecados Secretos. Ao se encontrarem, ele investigando o assassinato de duas garotas de programa e ela incorporando a personagem de uma prostituta, Bess vira o mundo de Alex de pernas para o ar! Agora, o detetive durão e cínico terá de enfrentar um dos maiores desafios de sua vida: a crescente atração por uma mulher diferente de todas as outras.

Esperando o Amor - Nora Roberts
Os Stanislaski 05 - Freddie e Nick






Freddie estava com tudo planejado - era simples: mudava para Nova York, provava a Nick que era excelente música e que ele seria um imbecil se não a aceitasse como parceira. A partir daí, ela o convenceria de que seria muito bom que eles tivessem um relacionamento e, quando ele não tivesse mais resistência, ela o seduziria. Daí pro altar e pra uma família grande, animada e barulhenta seria um pulinho. Só que a prática do plano perfeito trouxe alguns empecilhos, Nick estava atraído por ela, mas resistia à atração, à paixão e ao que poderia virar amor. Freddie estava disposta a lutar, mas paciência para bater em pedra dura tem limites... E Nick poderia se dar conta do que estava jogando fora quando fosse tarde demais.


A Dança da Sedução - Nora Roberts
Os Stanislaski 06 - Kate




Bela e talentosa, Kate Kimball é considerada um misto de cigana, sereia e fada. Como bailarina de êxito internacional, ela conheceu vários países e encantou, com suas atuações perfeitas, ricos, nobres e famosos. Agora, aos 28 anos, decide largar tudo e voltar a sua pequena cidade natal na Virgínia para abrir uma escola de dança. Quando a mãe de Kate sugere que ela aceite os serviços do empreiteiro Brody O´Connell para restaurar o prédio que ela resolveu converter em sua nova residência e escola, Kate imagina se seu novo sonho profissional não poderia conter um casamento no horizonte. Forte, bonito e encantador, o jovem viúvo também retornara à cidade, um ano antes, para cuidar do filho de 6 anos. Mas o que Kate não sabe é que no coração de Brody escondem-se a tristeza pela morte da mulher, o acanhamento por ser de uma família humilde e um forte medo de amar mais uma vez. Com seus simpáticos personagens e um toque especial de humor e de sensibilidade, A Dança da Sedução contém os ingredientes que tornam os livros de Nora Roberts ine

OS O'HURLEY



Os O'Hurley

1 - Abigail
2 - Maddy
3 - Chantel
4 - Trace

Série Os O'Hurley - Nora Roberts


Abigail - Nora Roberts
Os O'Hurley 01



Antes de conhecer pessoalmente Abigail O’Hurley Rockwell, viúva do campeão de Fórmula 1 Chuck Rockwell, Dylan Crosby estava certo de que ela não passava de mais uma golpista coberta de joias e roupas de grife.


Ao passar uma temporada na fazenda de Abby para escrever a biografia definitiva de Chuck, Dylan reforça sua crença de que ela sempre fingiu ser uma mulher simples e a mãe dedicada de dois meninos, Ben e Chris, que mal conheceram o pai.

Mas por que dissimular o tempo todo? Afinal, o que haveria a esconder? E o pior de tudo: por que Dylan acreditava cada vez mais em tais mentiras?




Maddy - Nora Roberts
Os O'Hurley 02


Maddy O'Hurley ousou sonhar...e seu sonho a levou à Broadway, ao fantástico mundo dos musicais...

Reed Valentine, principal executivo da Valentine Records, pensava apenas em negócios. Com isso, havia se esquecido de que a vida também é feita de emoção e ternura.

Entre os compassos da coreografia ensaiada por Maddy e os planos de Reed para o lançamento da trilha sonora do musical, ambos começam a vivenciar um sentimento que, quanto mais é evitado, mais forte se torna.

Porém, mesmo disposta a correr todos os riscos, seria Maddy capaz de despir Reed da pesada armadura que o impedia de se entregar ao amor?











Chantel - Nora Roberts
Os O'Hurley 03



Linda e talentosa, Chantel O'Hurley era uma grande estrela das telas de cinema sempre presente nas fantasias masculinas. Atrair e ser adorada eram parte de seu trabalho. Mas ser perseguida por um fã obsessivo já era algo bem diferente...


Por isso, ela precisa de um guarda-costas. E rápido







Nora Roberts - Trace (Os O'Hurley)



Faz muito tempo que Trace O'Hurley deixou sua família de artistas itinerantes para seguir uma carreira muito mais ousada...como espião. Agora, porém, chegou a hora de encerrá-la, e tirar longas e merecidas férias.

Entretanto, Gillian Fitzpatrick está decidida a convencer Trace a resgatar seu irmão, seqüestrado por uma organização terrorista. Ela sabe que Trace é o único com a força, a coragem e a técnica necessárias para levar a cabo essa arriscada investigação. Por isso, não medirá esforços para persuadi-lo.

Logo eles se veem envolvidos em uma perigosa trama... e cada vez mais próximos da paixão.

segunda-feira, 16 de março de 2015

MESA PARA DOIS -NORA ROBERTS



Mesa para Dois
(Table for Two)
Nora Roberts


Sinopse:
Sobremesa de  Summer (Summer Desserts)
O Caminho para o coração de um homem…
A chef Summer Lyndon era conhecida por seus doces maravilhosos e por ter um coração solitário. Porém, ao ser contratada por Blake Cocharan para criar um menu especial para o restaurante do hotel dele, ela começa a vê-lo com outros olhos. Agora, sua lendária resistência aos apelos do coração será colocada à prova, e Summer talvez conquiste o homem de sua vida à moda antiga…



Lições Aprendidas (Lessons Learned)

O caminho para a alma de uma mulher…
A publicitária Juliet Trent não mistura negócios e prazer, mas seu novo cliente, o chef italiano Carlo Franconi, está decidido a abrir seu apetite servindo uma de suas maiores especialidades: o amor.




Lições Aprendidas - Nora Roberts



Coordenar a turnê de divulgação do novo livro do mais famoso – e atraente – chef italiano é o tipo de produção em que Juliet colabora com gosto. Carlo Franconi merecia um troféu só por seu sorriso! Vê-lo preparar um prato é como aprender com um mestre a fazer amor. Até o fim da turnê, Juliet planeja elevar Carlo ao posto de chef mais sexy do mundo. Mulheres de todos os lugares terão fantasias com ele preparando um jantar romântico. Mas Juliet não esperava que fosse ter um lugar especial à mesa… Luz de velas, um bom tempero e sedução… Carlo a atrai com seu charme, e prepara um prato especialmente para o coração de Juliet.








Capas publicadas nos EUA:





segunda-feira, 9 de março de 2015

A ÚLTIMA VIRGEM



A ÚLTIMA VIRGEM
Dorie Graham




Sabrina Walker não está tendo um caso com Noah Banks! E foi isso que disse a ela mesma... várias vezes. Para Noah está tudo ótimo. Ela não faz mesmo o seu tipo.
Mas após a única noite maravilhosa que passaram juntos, Noah foi fisgado. Ele está decidido a seguir Sabrina por toda a parte para provar que eles estão vivendo o romance mais apaixonado de suas vidas.
Capítulo Um

— Noah, estou desesperada! — O pânico tomava conta da voz de Mona Freeman.
Noah Banks engoliu em seco. Seu estômago contraiu. Normalmente mulheres lhe diziam tais palavras simplesmente sem fôlego, algo com o que ele se sentia mais capaz de lidar.
Ele entrara no escritório de seu sócio, Cliff Walker, sem nenhum objetivo em mente além de rever o balanço do dia e os portfólios de seus clientes depois da dose no¬turna de tequila. A última coisa que Noah esperava era participar de uma discussão entre Cliff e a futura esposa dele.
O olhar de Noah foi de Mona para Cliff. Ele estava sentado à sua mesa de madeira maciça. Sua expressão fazia Noah lembrar-se de seu próprio pai encarando a mãe, na época em que ambos toleravam ficar na mesma sala.
Mona correu até Noah e ele enrijeceu. As pequenas mãos da moça agarraram seu braço, demonstrando uma certa frustração. Por que ele sentia esse desejo de ajudá-la, uma vez que nunca fora adepto de resolver crises familiares?
Relutantemente, colocou as mãos sobre as dela. Quase teve medo de perguntar, dada a expressão severa de Cliff:
— Qual é o problema?
— Não! — Cliff saltou da cadeira, arremessando-a para trás de modo inesperado. — Eu já disse. Ele... — Seu dedo tremia enquanto apontava para o sócio. — ... não é uma opção.
Noah lançou-lhe um olhar. Qual era o problema de Cliff? Embora não fizesse idéia do que o sócio queria dizer, aquelas palavras machucavam. Ele abriu a boca para protestar, e depois a fechou.
Cliff tinha razão. O que quer que fosse, eles poderiam resolver sem sua ajuda. Cliff podia cuidar de sua mulher histérica. Noah deu um passo na direção da porta do escritório em que havia entrado relutantemente.
Mona caminhou com ele.
— Cliff, Noah é seu padrinho, e nossa única esperança. Com um leve sorriso, Noah bateu a mão sobre a dela.
— Eu volto mais tarde. Parece que vocês precisam resolver isso sozinhos.
— Ah, não! — Os olhos dela se arregalaram, suplicantes. — Precisamos de você.
— Não! — Em um instante Cliff se pôs entre os dois, com os cabelos escuros esvoaçando em várias direções, como se ele tivesse tentado literalmente arrancá-los do escalpo. — Apenas teremos de avisá-la para que vá por conta própria.
— Mas, Cliff... — O lábio inferior de Mona tremeu. Ela piscou. — Isso vai estragar tudo. Estou planejando há semanas. Ela tem de chegar exatamente às nove, ou a sur¬presa será arruinada. Você sabe o quanto estou apostando nisso. Ela me odeia e preciso dessa festa para conquistá-la. Acho que está chateada porque marquei o casamento numa data tão perto do aniversário dela. Oh, por favor. — Grandes lágrimas desceram pelas bochechas enquanto ela dava um soluço engasgado.
Noah intensificou as batidas em sua mão. O desconfor¬to no estômago se tornou um nó. O que havia nas lágrimas de uma mulher que o fazia amolecer por dentro? Droga, ele nunca foi capaz de dizer não a uma mulher em apuros.
— Quem tem de chegar aonde?
— S-S-Sabrina — Mona soluçou. — Tem de chegar à festa surpresa dela.
— Sabrina? — indagou Noah, incapaz de reconhecer o nome.
— A irmã de Cliff.
Noah fitou Cliff, que continuava imóvel e em silêncio. Ele havia mencionado uma irmã quando estiveram em Auburn cinco anos antes, mas Noah nunca a conhecera.
— É isso? É esse o motivo de toda essa choradeira? — Mulheres são criaturas tão emotivas. Ele voltou o olhar do rosto cheio de lágrimas de Mona para a rígida expressão de Cliff. — Vocês só precisam de alguém para bancar o motorista?
— Para mim, significaria muito conquistar a simpatia dela. Acho que isso pode ser o bastante. — As lágrimas ainda saíam dos olhos de Mona enquanto o fitava, mas um brilho de gratidão preenchia ò azul de suas pupilas. — Você não pode comentar nada sobre a festa.
Ela soltou o braço dele e foi para o lado de Cliff.
— Cliff vai ajudá-lo com os detalhes. — Voltou o rosto para o noivo. — Certo?
— Não. — Sua voz perdera um pouco da veemência anterior.
As pontas dos dedos de Mona tocavam as bochechas dele. Ela apertou o corpo contra o de Cliff.
— Por mim?
Ele fechou os olhos por um momento e passou o braço ao redor dela, se rendendo.
— Eu realmente não gosto disso.
Com um grito de felicidade, ela entrelaçou os braços ao redor das costas de Cliff.
— Eu te amo. Eles vão estar em um lugar público e todos vamos estar lá para acompanhar. Tudo vai ficar bem.
Deu um beijo demorado em seus lábios e se afastou para pegar a bolsa. As lágrimas agora se reduziram a uma ocasional fungada.
— Tenho de cuidar das flores para o casamento. Explique tudo a Noah. — Mona saiu da sala em seguida.
Noah se voltou para Cliff com um sorriso. Agora que a discussão tinha passado, a tensão diminuíra.
— Isso faz o estilo dela. Cliff balançou a cabeça.
— Você não faz idéia. — Virou na direção da mesa, pegou alguns formulários e arremessou-os contra a mesa. — Eu nunca teria concordado com isso se não fosse o último recurso.
— São seis horas. Hora de beber algo. — Noah ignorou o comentário de Cliff e guiou a conversa para o objetivo original de ter ido ao escritório. Foi até o armário atrás da mesa e pegou dois pequenos copos em uma prateleira.
O drinque das seis era um ritual que tinham começado durante o segundo ano do ensino médio. Era uma tradição honrosa que Noah herdara de seu pai, que adotara o costume depois de uma semana no México com seus colegas de faculdade. Durante a viagem, o pai desenvolveu muita afinidade pela tequila José Cuervo, que agora era a única marca usada no ritual.
Noah deu um dos copos a Cliff, que o colocou sobre a mesa e, em seguida, pegou uma garrafa de uma gaveta mais baixa. Derramou o líquido dourado nos dois copos.
— Obrigado. — Noah ergueu seu copo oferecendo um brinde, seguido por Cliff. — Ao trabalho e ao prazer. Na mesma medida.
Noah bebeu o drinque em um gole. Repousou o copo vazio e se dirigiu à janela, observando o céu do centro da cidade de Atlanta. O sol se punha lentamente, lançando grandes sombras sobre os telhados. Seis andares abaixo, uma longa fila de carros se arrastava pela rua.
Ele olhou para Cliff.
— Então, finalmente vou conhecer sua irmã.
De forma repressora, Cliff apontou o dedo para o sócio.
— Leve-a até a festa surpresa, mas mantenha suas mãos longe dela! É uma boa garota.
Incomodado, Noah espremeu os olhos.
— Por que ficou tão nervoso? Não tenho planos em relação à sua irmã. Ainda nem a conheci, o que, aliás, me parece um pouco estranho. Dava para entender quando estávamos em Auburn, mas trabalhamos aqui por anos antes de eu me mudar para Denver. Já voltei há várias semanas, ela mora em Atlanta e mesmo assim ainda não nos conhecemos. Por quê?
Cliff o repreendeu.
— Eu já disse. Ela é uma boa menina. Não quero expô-la aos seus... seus hábitos pessoais. Acredite, tentei chamar todos para essa festa. Ninguém estava disponível.
— Hábitos pessoais?! Eu estava pensando em uma simples apresentação, não uma reunião de colegas de quarto. — Noah inclinou a cabeça enquanto sua indisposição com Cliff aumentava. — O que há de errado com meus hábitos pessoais?
Com um som de exasperação, Cliff gesticulou com a mão.
— Loiras nas segundas, morenas nas quintas e raivas no final de semana. Sabrina não,é desse tipo. Ela é român¬tica. Acredita em amor e em viver feliz para sempre. Não quero que você a corrompa.
Noah se ressentiu.
— Essa doeu. Só porque gosto de mulheres não quer dizer que eu vá pular em cima de sua irmã. — Ele fechou a persiana. Q céu de Atlanta desapareceu.
— Apenas leve-a para a festa e não tente nenhum de seus truques, senão... eu e você vamos ter de nos entender.
— Nos entender? — Noah riu. Era difícil levar Cliff a sério enquanto seus cabelos pareciam o de alguém sendo eletrocutado. — Você está exagerando. Eu consigo me controlar. Além disso, ainda não disse que concordo em levá-la.
— É claro que você vai fazer isso. Você precisa. E vai se controlar. — Ele exalou pesadamente. — Eu não pedi¬ria se não estivesse desesperado. Tenho de viajar até Boca para fazer a revisão trimestral do portfólio da Companhia Shoreland.
— Você ouviu a Mona. Ela contratou um bufê. Está empenhada. Por algum motivo ela enfiou na cabeça que Sabrina não gosta dela.

SÉRIE HERDEIROS DO TRONO



Herdeiros do Trono de Kyr - Dois Irmãos, Uma Coroa e o Inegável Dever Da Realeza

Apostando Com O Coração

Um sheik que joga para ganhar!

A coroa de Kyr não exerce o menor fascínio sobre um homem em busca de prazeres e aventuras como o sheik Kadir al-Hassan. Suas memórias do reino são tão obscuras quanto a noite no deserto. Mas nada o fará negligenciar o dever... Kadir retorna ao lar acompanhado pela abnegada assistente Emily Brant. Ao promovê-la ao posto de noiva real, ele terá que enfrentar a rejeição de seus súditos. Agora, Kadir precisa decidir qual será sua próxima cartada no jogo da realeza: cumprir sua obrigação com o reino do deserto ou consumar o desejo por Emily!

Capítulo Um

Emily Bryant alisou a severa saia preta, ajeitou o coque de estilo francês e segurou firme a xícara de café, ao passar pelas portas duplas que levavam aos aposentos de Sua Alteza Real, o príncipe Kadir Bin Zaid al-Hassan. Lá fora, o céu mostrava um belo tom avermelhado, indicando a proximidade da aurora.
Apesar de ser tão cedo, Paris estava desperta e já se agitava. Logo Kadir também estaria acordado. Assim que ela batesse à porta do seu quarto. Emily ergueu as sobrancelhas e respirou fundo. O príncipe era difícil de lidar, e na certa não estaria sozinho. Se a manhã fosse como tantas outras, ela iria tropeçar em roupas de baixo de renda, meias de seda e um elegante vestido, jogados pelo chão. Em uma ocasião memorável, Emily deparara com um sutiã pendurado no candelabro de cristal veneziano. Em que cidade isso acontecera? Ah, em Milão.
Emily fez uma careta de desgosto: não suportava bagunça, ainda mais quando feita por pessoas que não deveriam fazê-la. E deu três batidas à porta.
— Príncipe Kadir? Está na hora de acordar.
Independentemente da hora a que tivesse chegado na noite anterior, Kadir fazia questão de se levantar antes do amanhecer. Algumas vezes ele voltava a dormir, mas não antes de ter lhe dado ordens e instruções sobre o dia. E não antes de tomar o café que Emily sempre trazia. Na maioria das vezes, ele se levantava.
Emily aprendera a permanecer impassível quando Kadir afastava as cobertas e revelava a sua pele bronzeada e o seu corpo musculoso. Também aprendera a virar a cabeça com discrição nas raras ocasiões em que ele se esquecia de cobrir a parte inferior de sua anatomia, antes de pular da cama e se enrolar num roupão. Se fosse outro homem e outro emprego, ela provavelmente se sentiria horrorizada. Mas ele era o príncipe Kadir, e Emily conhecia as imposições do seu cargo, que ele esclarecera muito bem ao contratá-la.


Dominados Pela Paixão



Série Herdeiros do Trono de Kyr

Noiva do sheik por livre e espontânea obrigação!

Devido a um erro médico, a produtora de festas Sheridan Sloane carrega em seu ventre o herdeiro de Rashid al-Hassan, o rei do deserto de Kyr! Rashid exige que se casem, mas Sheridan não está convencida de que esta é a melhor solução.
A alternativa de Rashid é conquistar Sheridan à moda antiga; raptando-a! De repente Sheridan se vê prisioneira nas areias do deserto.
Em desespero, ela busca um modo de fugir. Entretanto, ao ser levada para a cama de Rashid, Sheridan logo começa a desejar algo completamente diferente...


Capítulo Um

— Um erro? Como isso é possível?! — O rei Rashid bin Zaid al-Hassar fuzilou com o olhar o secretário balbuciante à sua frente. O homem engoliu em seco.
— A clínica diz que eles cometeram um erro, Majestade. Uma mulher... — Mostafa olhou para o papel que segurava, com anotações.
— Uma mulher nos Estados Unidos deveria ter recebido o esperma do cunhado. Em vez disso, recebeu o seu.
O sangue de Rashid ferveu nas veias, e então gelou. Ele sentiu-se... Violado. Foi tomado por uma onda de fúria, como a chama de uma fornalha, que derreteu o gelo em torno de seu coração apenas por um momento antes que se tornasse um bloco novamente. Rashid sabia, por experiência própria, que nada era capaz de derreter esse gelo por muito tempo.
No decorrer de cinco anos, nada conseguira penetrar a escuridão que o envolvia. Cerrou os punhos em cima da mesa. Aquilo era demais. Um ultraje. Como ousavam? Como alguém tinha a ousadia de tirar essa escolha das suas mãos? Não estava pronto para ter um filho em sua vida, e nem ao menos sabia se algum dia estaria. Em algum momento teria por obrigação prover um herdeiro para Kyr, era seu dever. Mas à hora ainda não chegara. A perspectiva de casar e ter filhos evocava lembranças e dor demais.

domingo, 8 de março de 2015

A GAROTA DA CAPA



A Garota Da Capa -

ELA ERA UM DOS ROSTOS MAIS LINDOS DO MUNDO...ERA ANÚNCIO DE TODAS AS REVISTAS...
Conhecida como o ''rosto dos cosméticos Risque'',Sally Raynor estava estava em dificuldades para encontrar um emprego como modelo.por isso,quando Patric Flanagan lhe ofereceu um contrato lucrativo,aceitou-o imediatamente.Mas de repente ela se descobriu em um terreno perigoso:Patric,sensual e devastador,estava interessado mais em conquistá-la do que em promovê-la como profissional.E o pior é que ela estava gostando de ser conquistada!

PRÓLOGO



Sally desligou o telefone e abriu a agenda; olhando para a semana seguinte, viu que já havia cinco compromissos cancelados.
— Ah, sim, estou livre para jantar — murmurou. — E do jeito que as coisas vão, provavelmente estarei livre todas as noites até o fim de minha vida!
Estranho como se sentia desanimada agora que seu desejo de ter pelo menos dois dias consecutivos livres se materializara em três semanas sem trabalho, assim como um futuro igualmente vazio, sem perspectivas.
O mais importante era que sua carreira estava praticamente terminada e, apesar de que suas economias ainda lhe permitirem manter-se por alguns meses, a meta que pretendera alcançar lhe estava sendo arrancada exatamente quando parecia estar chegando lá. Mais uns quinze meses, talvez doze, e poderia ter se aposentado como uma vencedora. Em vez disso... Descrente, escreveu a lápis na agenda:
Jantar: Patric Flanagan — 19:30 horas, no Dome.


CAPÍTULO I



Patric Flanagan reconheceu-a no momento em que ela entrou no restaurante. Imediatamente várias cabeças se voltaram para ela.
Sally era um dos maiores sucessos no ramo de publicidade da Austrália e, mesmo sem a fama de celebridade, teria atraído olhares apreciativos. Não era alta demais, mas seus cabelos loiros e ares de princesa a tornaram o sonho dos fotógrafos e um dos maiores trunfos das companhias de cosméticos.
Nessa noite, usando um vestido preto justo e de gola alta, fez com que quase todos os homens do restaurante se virassem para seguir-lhe os passos enquanto se dirigia para a mesa de Patric.
A reação confirmou sua opinião de que se conseguisse fazê-la concordar com sua idéia, colocaria seu nome em destaque no país em que seu pai tinha sido um ás da fotografia.
Levantou-se quando sua convidada se aproximou.
— Olá, Patric! Desculpe pelo atraso mas, sexta-feira à noite, fica-se à mercê dos táxis.
— Não há problema. Não costumo executar belas mulheres por estarem alguns minutos atrasadas.
Ela não lembrava qual a impressão que Patric Flanagan lhe deixara no encontro anterior, mas lembrou-se de que fora no funeral do pai dele. Por isso, o chamado dele na semana passada, convidando-a para jantar, fora um tanto surpreendente.
Ela teria aceito o convite pelo simples fato de ele ser filho de Wade, mas a alusão de Patric de que o encontro poderia ser benéfico financeiramente para ambos lhe despertara um interesse ainda maior. O fato de ele ser o homem mais sexy que conhecia, não tinha nada a ver com isso!
— Imagino que você não tenha alguma objeção a champanhe? A pergunta dele foi acompanhada por um sorriso devastador.
— Não, gosto de champanhe. — Ela sorriu, desejando ter tido coragem para pedir uma cerveja. Por estar desempregada, seria uma estupidez se prender ainda à imagem que a agência de publicidade da Risque Cosméticos criara para ela.
— Então, Sally, como foi que tive a sorte de conseguir marcar um jantar em sua agenda?
O sorriso era puro charme, mas a pergunta era uma abertura. Decidiu manter as cartas fechadas.
— Não tenho tido muita vontade de sair desde a morte de Wade, mas jantar com seu filho me pareceu um modo apropriado de terminar meu isolamento.
Fez uma pausa quando o garçom chegou com a bebida e esperou pela aprovação de Patric para o champanhe.
— Melhor deixar isso para a Srta. Raynor — disse Patric, para o garçom. — Eu mesmo sou um bebedor de cerveja e de uísque.
Sally registrou um toque de nostalgia na afirmação. Automaticamente tomou um gole do champanhe importado e sorriu satisfeita para o garçom. Quando ele saiu, dirigiu o olhar para Patric.
— Deve ter herdado de seu pai o gosto pelo álcool. — Ela sorriu.
— Depois que tive idade para beber, meu pai não estava por perto o suficiente para me influenciar de um jeito ou de outro.
Havia um toque de acusação na resposta, mas os olhos dele diziam que não ia prosseguir nesse assunto.
Baixando os olhos, Sally consultou o cardápio enquanto tentava descobrir as mensagens que esse homem enviava.
O olhar apreciativo nos olhos dele quando chegara não fora imaginação sua: já vira esse olhar em muitos dos homens que encontrava. Mas Patric Flanagan também parecia enviar uma desaprovação ativa, e ela não tinha idéia do motivo. Seus sentidos captaram uma corrente sutil de hostilidade.
Patric observou sua companheira de jantar, lutar para trazer à mente a pergunta que lhe fizera e percebeu que Sally Raynor estava muito longe de ser o clichê da loira burra.
Acalme-se, disse para si mesmo. Pois, ainda que precisasse tornar-se eunuco para não sentir o despertar de um interesse sexual por uma mulher tão bonita quanto Sally, estava seguro porque sabia qual era a profissão dela.
— Quer fazer o pedido? — repetiu com paciência.
— Ah... sim. Quero.
Sally, ele percebeu, era firme quando se tratava de sua dieta, optando por duas entradas em vez de um prato principal.
— O trabalho a tem mantido muito ocupada?
— Bem... eu...
Patric observou divertido sua convidada tentar driblar a pergunta direta.
— Sim... mais ou menos — disse ela, pouco convincente, os dedos passeando sobre a borda da taça de champanhe. — Ultimamente não tenho feito muitas fotos. Fiquei muito abalada com a morte de Wade.
— Você e meu pai eram muito próximos?
— Éramos, sim.
— Pelo que entendi, meu pai foi bastante influente em sua carreira. — Ele reparou como o olhar dela estremeceu a suas palavras.
— Wade foi a mão orientadora do meu sucesso — contou ela.
— E você sente falta dessa... mão orientadora, não é?
— Wade foi mais do que um mentor para mim. — Patric notou o tom de desafio na voz dela. — Era um amigo. E de sua amizade que sinto mais falta.
— Estou certo disso.
Sally lançou-lhe um olhar especulativo, mas ao perceber a expressão impassível dele mais uma vez se perguntou se imaginara alguma implicação no tom dele.
— Quando vai voltar para o Canadá? — perguntou.
— Não vou. Decidi ficar na Austrália.
— Por quanto tempo? — Ela esperava que a pergunta o dirigisse diretamente para a razão pela qual a convidara para jantar. Não queria mostrar de modo nenhum sua ansiedade.
— Para sempre.
— Verdade? Wade disse que você era fotógrafo de um jornal de muito sucesso no Canadá. O que o fez decidir-se a se mudar para cá?
Ele sacudiu os ombros.
— Sou australiano, e resolvi que era tempo de voltar para casa.
Ela sorriu, e por um instante Patric distraiu-se. Tentou concentrar-se no que ela dizia.
— Você tem um... um sotaque diferente, não consigo defini-lo. Há quanto tempo mora fora?
— Dezesseis anos. O sotaque é um pouco de tudo, imagino. Minha mãe era canadense-francesa. Quando meus pais se divorciaram, fui para Montreal com ela. Fiz a faculdade nos Estados Unidos e, como muitos, passei dois anos viajando pela Europa.
— Eu não fiz isso.
— Nunca esteve na Europa?
— Nunca viajei. Só vi a Europa através de fotografias. Não estou me queixando — disse ela rapidamente. — É só que uma excursão a pé me parece muito mais excitante.
— Talvez, mas não posso imaginá-la fazendo isso.
— Por que não?
Um olhar que dizia que ela não deveria ter perguntado foi rapidamente escondido sob um sorriso.
— Apenas não combina com a imagem da Garota Risque.
— As aparências enganam, Patric. Como fotógrafo, pensei que percebesse isso.
Ele piscou.
— Talvez. Mas uma mochila não tem lugar para levar um guarda-roupa ilimitado e cosméticos.
Sally sentiu vontade de atirar o porta-gelo sobre a cabeça dele. Resistiu à tentação; sua carreira já estava com problemas suficientes sem a má publicidade que tal ato acarretaria. Desejava poder apagar a imagem fabricada que o público tinha dela nos últimos sete anos. Um dia conseguiria isso.
— Que idade você tinha quando foi ser modelo? — ele perguntou.
— Catorze. Minha mãe e minha irmã me inscreveram em um concurso de "garota da capa", sem me dizerem nada.
— E você ganhou.
— Ganhei.
— Foi então que conheceu meu pai?
— Não.
— Uma das condições para se inscrever no concurso era concordar em trabalhar com uma determinada agência de modelos por doze meses; mas nada deu certo. O gerente foi indiciado por pornografia com crianças. — Ela estremeceu ao lembrar-se de como algumas das crianças que então viera a conhecer haviam sido exploradas.
— E você foi envolvida?
— Não, eu fui uma das que teve sorte. Se não fosse por Wade, minha carreira poderia ter terminado tão rápido quanto começou. Seu pai me preparou um portfolio e o circulou por todas as agências de modelo do mundo. Recebi convites de Nova York e de Paris, mas acabei assinando um contrato com uma firma de Sydney.
Ele franziu o cenho.
— Não foi exatamente a escolha que a maioria das pessoas teria aconselhado. E, meu pai, ainda menos.
— Quando eu tinha quinze anos, era o meu pai que me influenciava mais. Wade lhe disse que ele iria arruinar minha carreira, mas papai não quis deixar sua filhinha ir, segundo ele, exibir-se diante de um monte de homens!
Patric observava enquanto as lembranças iluminavam o rosto dela com prazer genuíno.
— E a opinião de seu pai ainda pesa em suas decisões sobre sua carreira?
A pergunta sugeria que ele duvidava que ela fosse capaz de lidar com seus próprios negócios, e isso irritou-a incrivelmente.
— Isso pode surpreendê-lo — disse ela, — mas tenho tomado minhas próprias decisões já há um longo tempo. Até agora, ainda não tomei nenhuma errada.
— Pelo menos, não até recentemente.
— Do que está falando? — perguntou ela. — Que espécie de decisão errada imagina que eu tenha tomado?
— A que fez com que a Risque Cosméticos rompesse com seu contrato.
Ele não podia saber! Ou saberia? Dickson Wagner, o guru da publicidade da Risque e um completo bastardo, lhe dissera que ainda não tornaria pública sua decisão. Seguro de sua posição de filho do proprietário da companhia, ele generosamente lhe oferecera mais uma semana para mudar de idéia — e de moral!

A CHAMA DA PAIXÃO



A chama da paixão -

Orgulhosa,bonita e sempre com a agende lotada,Clare Harrison mal tem tempo para se divertir.....Viver um romance sério iria complicar ainda mais sua vida,e era exatamente por isso que ela queria distância de homens atraentes e sedutores!
Conhecer o milionário Mark King parecia ser a solução para todos os seus problemas! Afinal ele era um playboy solteirão,sem a mínima intenção de querer apostar em um relacionamento.E se divertir com ele em encontros casuais parecia ser perfeito! Pelo menos até Clara perceber que estava despreparada para o brilho sexy dos olhos dele e mais ainda pela forte e provocante atração que existia entre os dois!Agora Clare teria de encontrar uma maneira de apagar todo aquele fogo.....ou então deixar que a chama da paixão os dominasse!

sábado, 7 de março de 2015

DUETO NOVOS CAMINHOS - RENASCER DA ALMA - BELEZA MISTERIOSA




Renascer da Alma

ROMANCE CONTEMPORÂNEO
Dueto Novos Caminhos


O capitão da Marinha Nikos Vassalos é uma sombra do homem que costumava ver.


Sofrendo de transtorno de estresse pós traumático, ele se isola em seu luxuoso iate. Mas sua amarga solidão é interrompida por uma mulher que o acusa de ser o pai de seu filho!
O pequeno milagre que cresce dentro de Stephanie Marsh será o suficiente para fazer os dois encontrarem a felicidade que merecem… juntos?




Capítulo Um


27 de abril


A cada minuto, mais hóspedes entravam no resort restaurante em frente à praia, em Grace Bay, nas ilhas Turks e Caicos no Caribe, e Stephanie esperava ver seu Adônis aparecer. Era assim que ela imaginava Dev Harris. Depois de sua fantástica viagem de carro a Elephant Ear Canyon naquela tarde para ver enormes esponjas do mar, o alto, forte e poderoso nova-iorquino que a fazia se lembrar de um deus grego, tinha sussurrado que iria encontrá-la na sala de jantar às 20h para a refeição.
Eles haviam assistido ao pôr do sol e, mais tarde, assistido um ao outro. Enquanto ele a ajudara a sair do barco, pressionando-lhe levemente o braço, seus olhos, negros como a noite, carregavam as palavras que ele não tinha dito na frente das pessoas de seu grupo de mergulho. Stephanie o havia deixado relutantemente para ir ao resort em frente à praia a fim de se aprontar para o jantar.
Seus cabelos louros prateados precisavam de um xampu. Stephanie decidira deixar os cabelos soltos. O tempo com o secador e uma escova salientaram os cachos naturais, que lhe caíam sobre os ombros. Com o bronzeado que ela havia adquirido, esta noite ela escolhera um vestido de verão azul e sem mangas. Queria estar linda para ele. Na noite anterior, havia usado um vestido transparente cor de tangerina e um gloss combinando com a cor.
Ele dissera, sob os últimos raios de sol, que ela parecia uma fruta dourada que ele desejava devorar lenta e completamente. Seu corpo estremecia só de se lembrar das palavras. Enquanto aguardava a chegada dele, a memória da forma com que ele fizera amor com ela mais e mais de uma vez a tornava difícil até respirar.
Era sua primeira experiência íntima com um homem, e tinha acontecido tão naturalmente que ela sentia como se estivesse vivendo em um sonho, do qual nunca mais iria querer despertar. No espaço de dez dias, Stephanie tinha se apaixonado tão profundamente que o seu mundo inteiro havia mudado. Ao longo de seus anos de namoro, ela tivera vários namorados.
Somente na semana passada, fora a um encontro com um homem chamado Rob Ferris, que administrava uma franquia de autopeças, mas ela soube quando ele a levou de volta para casa, depois do jantar, que realmente não estava interessada em um segundo encontro. E então ela conheceu Dev. A primeira vez que ela o vira caminhando em direção ao barco com o chefe de mergulho, sua respiração ficou persa na garganta. Quando seus olhos se encontraram, foi o suficiente. Era a sensação que ela estivera esperando durante toda a sua vida adulta.
Outros relacionamentos com namorados passados não tinham nada a ver com o tipo de amor profundo que ela sentira pelo sofisticado solteiro de 32 anos, que havia lhe dito que estava nos negócios de exportação internacional. Dev apagava a existência de qualquer outro homem.
Suas três amigas que haviam lhe arranjado as férias de abril para virem a essa viagem de mergulho com ela concordaram totalmente que ele era mais que maravilhoso. Melinda achava que ele devia ser um daqueles mergulhadores militares a julgar pela forma com que ele se movia debaixo d’água. Dev certamente tinha o mesmo físico que um deles.



Beleza Misteriosa




Com uma sombria história de família,


o pai solteiro Leon Malatesta está decidido a manter sua bebê longe das manchetes. Então, quando uma mulher intrigante começa a fazer perguntas pela ensolarada cidade de Rimini, os instintos de proteção dele entram em alerta total. Até descobrir que Belle Peterson é ninguém menos que a filha perdida da madrasta dele! Belle traz a chance de um novo futuro para todos… Leon só precisa convencê-la de que deseja se casar, não apenas para dar a eles a família que tanto querem.




Capítulo Um


Belle Peterson deixou a loja de celulares que administrava e tomou um ônibus até o escritório de advocacia do sr. Earl Harmon no centro de Newburgh, Nova York. A secretária levou-a até a sala de reunião. Ela descobriu que seu irmão Cliff, um homem divorciado de 30 anos de idade, já havia chegado e estava sentado à mesa oval com um olhar teimoso, desafiando-a a falar com ele.
Belle não o via desde o funeral dos pais há seis meses. O irmão era louro e muito bonito, mas sua fachada escondia uma alma profundamente perturbada. Ele estivera furioso o bastante depois que sua esposa o deixou, mas a morte dos pais em um acidente de carro fatal significava que agora ele estava por conta própria. Nesse dia, Belle sentiu a antipatia de Cliff mais forte que o usual e escolheu um lugar do outro lado da mesa sem dizer uma palavra. Agora, com 24 anos de idade e solteira, ela fora adotada há 14 anos.
As crianças do Orfanato da Igreja de Newburgh tinham gostado dela, assim como as Irmãs. Mas no mundo real, Belle sentia que era detestável, e trabalhava duro em seu emprego para ganhar o respeito dos colegas. Sua grande dor era não ter conhecido a mãe biológica. Não ter identidade era uma agonia que tinha que conviver todos os dias da sua vida.
As Irmãs que administravam o orfanato haviam dito a Belle que a sra. Peterson tinha tido apenas uma criança. Ela finalmente convencera o marido a adotar a garota morena, Belle, que não tinha sobrenome. Essa era a chance de Belle ter uma mãe, mas esse laço jamais aconteceu. Desde o dia em que havia sido levada para casa, Cliff tinha sido cruel com ela, fazendo com que sua vida chegasse próximo do insuportável às vezes.
— Bom dia. Belle estava tão absorta no passado, que não percebeu que o sr. Harmon tinha entrado na sala. Ela trocou um aperto de mãos com ele.
— Estou feliz por vocês dois terem conseguido me encontrar aqui na mesma hora. Tenho algumas notícias boas e outras ruins. Vamos começar com as ruins. Cliff uniu as sobrancelhas.
— Como vocês sabem, não havia seguro, então a casa que vocês cresceram foi vendida para o pagamento de uma grande quantidade de débitos. A boa notícia é que vocês receberam 1.500 dólares cada um pelo leilão dos móveis. Tenho cheques para vocês. — Ele passou os cheques. Cliff colocou-se em pé.
— E isto? — Belle ouviu o pânico por trás da fúria dele.
— Eu sinto muito, sr. Peterson, mas o dinheiro foi usado para pagar os débitos do seu pai e cobrir os custos funerais. Por favor, aceite minha sincera compaixão pela morte de seus pais. Desejo o melhor a vocês dois.
— Obrigada, sr. Harmon — declarou Belle quando Cliff continuou em silêncio.
— Se algum dia precisar de ajuda sinta-se livre para me telefonar. — O advogado sorriu para ela e deixou a sala. No segundo em que ele foi embora, uma explosão de veneno escapou dos lábios de Cliff. Ele lançou um olhar furioso para ela.
— É tudo culpa sua! Se mamãe não tivesse importunado papai por uma filha, haveria mais dinheiro e nós não estaríamos nesta confusão. Por que não volta à Itália de onde você pertence? Ela sentiu o coração se acelerar dentro do peito.
— O que disse?


CORAÇÃO LEAL - CORAÇÃO CATIVADO



SPECIAL 98 – RENASCER DO AMOR– REBECCA WINTERS

CORAÇÃO LEAL – REBECCA WINTERS
Ao aceitar ser barriga de aluguel de um casal da realeza do Mediterrâneo, Abby Loretto sabia que tomara uma decisão muito difícil. Quando uma tragédia arrebata a vida da esposa do príncipe Vincenzo logo após a inseminação, o coração dela se solidariza à dor que ele sente. Agora foco das esperanças de Vincenzo, Abby deverá usar toda a sua coragem para ignorar a atração crescente entre ambos. Afinal de contas, ela é apenas uma plebeia e ele, o príncipe regente...

CORAÇÃO CATIVADO – REBECCA WINTERS
A CEO Jasmine Martin sempre lutou para provar sua competência a cada posição que conseguiu alcançar na carreira. Especialmente para o taciturno magnata Luc Charriere, o homem mais charmoso que já conhecera… Luc não é de confiar com muita facilidade, porém Jasmine precisa de sua ajuda, e algo nos lindos olhos azuis dela o atraem inegavelmente. Ao se dar conta do quanto se importa com Jasmine, Luc decide arriscar tudo para não perder a mulher que havia cativado seu coração…

NOIVA INESPERADA



PRIMEIROS SUCESSOS 58 – NOIVA INESPERADA – LEANNE BANKS

Grávida e em trabalho de parto nomeio de um engarrafamento, tudo o que Maddie Palmer precisa é de um médico! Bem, ela teria que se contentar com um cowboy … Joshua Blackwell sabia que Maddie era problema desde o momento em que ela o sequestrou para levá-la às pressas até a maternidade. Depois disso, a única coisa da qual se lembra é de vê-la na porta de sua casa. Joshua jamais decepcionara uma mulher, mas se não tomasse cuidado, em breve estaria comendo bolo de casamento no café da manhã!